No último dia 29 de janeiro, durante o Fórum Social Mundial, realizado em Belém-PA, o Ministério da Cultura lançou o edital para o Prêmio Pontos de Mídia Livre. A proposta é dar visibilidade aos projetos de comunicação alternativos desenvolvidos em diversos estados brasileiros. As inscrições vão até dia 12 de março e serão premiados 60 iniciativas em todo o Brasil.

De acordo com o secretário de Programas e Projetos Culturais do MinC Célio Turino, o Ministério passa a considerar a comunicação “como um direito humano básico” e que a proposta do primeiro prêmio é mapear a rede de comunicação livre no Brasil, mas que novas edições estão previstas.

A proposta é reconhecer e valorizar Pontos de Cultura e organizações não-governamentais sem fins lucrativos que desenvolvem ou apóiam iniciativas de comunicação compartilhada e participativa. De acordo como edital, são consideradas iniciativas de comunicação compartilhada e participativa aquelas que reúnem pelo menos dois membros em sua equipe editorial e que buscam interatividade com o público. Elas podem desenvolver-se em qualquer suporte típico das comunicações – texto escrito, som, imagens, vídeos e multimeios – e se utilizar tanto de suportes físicos quanto eletrônicos, tais como televisões e rádios comunitárias, blogs, sites, publicações impressas, agências de notícias ou produtoras de audiovisual.

Estiveram presentes no lançamento do Prêmio, além de Célio Turino, o secretário interino de Articulação Institucional do MinC, Fred Maia, o editor da versão web do jornal Le Monde Diplomatique Brasil, Antonio Martins, a diretora da escola de comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Ivana Bentes, Altamiro Borges, do Fórum Mundial de Mídias Livres, Giuseppe Cocco, da revista Global Brasil, Renato Rovai, da revista Fórum, e representantes do Laboratório de Mídias Livres, realizado entre os dias 22 e 24 de janeiro em São Luís (MA).

Acesse o Edital e os Formulários de inscrição

Com informações do MinC